27 janeiro 2019

27 de Janeiro, Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto


A Organização das Nações Unidas (ONU) todos os anos escolhe um tema para esta data. Em 2019 será a vez de refletir sobre a defesa dos Direitos Humanos a todos aqueles que foram vítimas desta matança.
Este é um dia de lembrança em nome dos milhões de vítimas provocadas pelo genocídio da Alemanha nazi sobre os judeus, ciganos, homossexuais, deficientes físicos e mentais, opositores do regime nazi, entre muitos outros, ocorrido durante a II Guerra Mundial. A data de 27 de janeiro foi escolhida para esta celebração por ter sido neste dia que, em 1945, teve lugar a libertação do principal campo de concentração nazi, Auschwitz, localizado na Polónia, pelas tropas da União Soviética. Atualmente, o local está aberto a visitas. Em Portugal, como em vários países do mundo, governos, escolas e associações judaicas realizam palestras e exposições com o objetivo de fazer com que o horror nazi não caia no esquecimento e não se repita.

Dia Europeu da Memória das Vítimas dos regimes  Estalinista e Nazi
Mas não foi só o regime Nazi que ficou marcado pelo holocausto. Os regimes comunistas também ficaram marcados por outros holocaustos, que mataram muitos milhões de pessoas.
Por isso, a 23 de agosto celebra-se o Dia Europeu da Memória das Vítimas do Estalinismo e do Nazismo.
Este dia, também denominado de “Dia da Fita Preta”, é um dia de tributo a todas as vítimas dos regimes autoritários e totalitários.
É celebrado todos os anos na Europa depois de em 2008 se ter assinado a Declaração de Praga sobre Consciência Europeia e Comunismo. Foi com esta declaração que o Parlamento Europeu instituiu esta data como um dia a ser celebrado anualmente com dignidade e imparcialidade, para homenagear as vítimas das deportações e dos extermínios em massa na Europa.

FICA AQUI, PARA LEMBRAR QUE DEPENDE DE CADA UM NÓS QUE NÃO VOLTE A ACONTECER!